segunda-feira, maio 09, 2011

The further I travel, the less I know...





Amar é uma viagem.

Por vezes cansa.

Nem sempre nos apetece fazer.

Amar é um percurso.

Que nem sempre é fácil.

Há pedras, ervas daninhas e por vezes, areias movediças.


Amar é sempre uma viagem.

E viajar é conhecer.

Saborear.

Descobrir.

E viajar pode ser duro mas, quando regressamos a casa é sempre um crescimento.

7 comentários:

Pedrasnuas disse...

É preciso aprender a receber e aprender a dar!!! É uma viagem em que se conhece o outro e sobretudo conhecemo-nos melhor...descoberta mútua!!!

AC disse...

Em suma, por maiores que sejam os escolhos, é sempre bom comprar um bilhete para a viagem do amor...

Beijo :)

Me Hate disse...

Pedras... adoro viajar... e isso faz, efectivamente TODA a diferença.

Me Hate disse...

E quando a primeira viagem nos sabe a pouco... há que que comprar mais e mais bilhetes e fazermos a viagem na companhia de quem amamos... para, vermos as coisas a dois mas, com olhos diferentes...

E claro, para nos libertarmos das muitas "prisões" que temos...

Um abraço forte AC

Luana Figueiredo disse...

oh se é!!!!beijão amiga..DDD

Luana Figueiredo disse...

ou cuidamos do nosso amor...ou ele é abafado por outra planta mais forte..;P

Me Hate disse...

Caríssima acredito piamente, que entre duas pessoas só consegue brotar algo de mau no seu seio porque, essas duas pessoas assim o permitem. E isto de duas pessoas aplica-se em todos os casos: de amor, de família, de amizades...

É complexo isto de amar... mas a complexidade que a vida é, dá-me um grande gozo e, nessa viagem não tenho, efectivamente nada, de que me arrependa... tudo aconteceu porque tinha de acontecer e tudo teve o seu tempo.

If you know what i mean!!!!! ;)