segunda-feira, maio 24, 2010

Um...


O nosso mundo está dividido.

Para agravar a "coisa" o Mundo em si, está dividido em linhas imaginárias... desta forma, um desejo, torna-se, inevitávelmente numa impossibilidade imaginária que todos os dias, ao acordarmos, pensamos: será hoje?

Claro que, a resposta, também ela, previsível é: Sê-lo-á... Muito possivelmente, amanhã... ou, certamente, depois disso mesmo!

6 comentários:

sorriso disse...

Não sou só eu q me sinto a viver numa realidade "matrix"?! Q grd alivio! O q vale é q vai havendo amanhã...

Me Hate disse...

Nã! Descansa e sossega que por aqui estamos em constante Neo-matrix (o trocadilho era inevitável) apenas uma diferença: não há Kenu nem Belluci, nem Laurence nem Carrie-Anne... Só uma especie de Óraculo marado que dá sempre os numeros errados do euro-milhões...

Mas vá, também já vivi realidades que de tão virtuais e tolas, mais pareciam o filme de série B mas MUITO mauzinho!!!!!!! ;)

maré disse...

...enquanto as árvores
tiverem os seus ciclos.


__

obrigado
e um beijo

Me Hate disse...

De facto, uma verdade! Contudo, gostava que um mesmo ciclo, só para variar tivesse uma mesma raiz mas, parece que isso está dificil... mas depois, se pensarmos que já nem as estações têm época...

epee disse...

Assim, conjugamos o verbo adiar... no deixa pra amanhã aquilo que não posso fazer por hoje ou por agora...




//@.

Me Hate disse...

You can run but, you cannot hide! E como tal, também a vida acaba por, mais cedo ou mais tarde por nos apanhar... e, por muito que não queiramos -ou por muito que desejemos- as coisas acontecem... sempre.

Daí que já tenha deixado "muita coisa para amanhã" mas, hoje, a única coisa que deixo para amanhã são, as pequenas arrelias diárias que sucedem (naturalmente) com a(as) pessoa(s) que amamos e que nos amam... são as únicas que merecem!

Right?