quarta-feira, maio 20, 2009

Ódio e Efemérides...


Quando era muito jovem (parece-me à coisa de uma eternidade e só passaram uns anos) obrigaram-me a ler umas "coisititas fáceis" (assim o dizia o meu professor) deste homem... os tempos passaram e foram generosos para mim... e daí como em tudo na vida, talvez não!

Paul Ricoeur (Valence, 27 de Fevereiro 1913 - Chatenay Malabry, perto de Paris, 20 de Maio de 2005) foi um dos grandes filósofos e pensadores franceses do período que se seguiu à Segunda Guerra Mundial... e, de de certa forma, não me marcou! Pelo menos não na altura em que fui "obrigada" a ler algumas das suas obras... só mais tarde... muito mias tarde!

Foi no pós-guerra académico na Universidade da Sorbonne... e como sei o que é o termo "pós Sorbonne"... Que fez uma importante obra de filosofia política. Ricoeur participou em debates sobre a linguística, a psicanálise, o estruturalismo e a hermenêutica, com um interesse particular pelos textos sagrados do cristianismo.

Cristão e antitotalitarista, notabilizou-se pela oposição contra a Guerra da Argélia (1954-1962) e à da Bósnia, em 1992. Entre as suas obras contam-se Histoire et Verité (1955), Soi-même comme un autre (1990), La Memoire, l'histoire, l'oubli (2000) e L'Hermenéutique biblique (2001).

Morreu sexta-feira, dia 20 de Maio de 2005... não foi numa quarta mas, mais valia ter sido!