sexta-feira, maio 29, 2009

Ódio Diabólico e em Dicionário...

Funeral:

Um cortejo através do qual demonstramos o nosso respeito para com os mortos, enriquecendo o cangalheiro, e reforçamos a nossa dor com uma despesa que torna mais pungentes as nossas lamúrias e mais abundantes as nossas lágrimas.

quinta-feira, maio 28, 2009

Ódio e Sugestões...

A Feira do Livro aqui do burgo mantém-se e aconselha-se mas, também se lê muito... Temos andado a espreitar o "Tigre Branco", "As Benovelentes", a obra completa de Helberto Helder... e tudo são boas sugestões mas... hoje temos mais...


Um Conto de Natal

De Arnaud Desplechin, com Catherine Deneuve, Jean-Paul Roussillon, Anne Consigny
Comédia / M12
Duração: 150m

É conhecida a minha paixão por Catherine Deneuve e pela língua francesa e a partir daqui não há mais nada a explicar

Deneuve interpreta Junon, mãe de uma família unida pela cordialidade e pelos laços de sangue, a quem é diagnosticado um distúrbio genético que a obriga a um transplante de medula. A situação reúne a família. No meio das discussões, surge uma revelação inesperada: Henry, o filho detestável, pode ser o seu dador... E o resto é surpreendente, como só o cinema francês faz!

Cinema Monumental - Sala 1
Sessões: de 2009/05/28 até 2009/06/03
13h, 15h55, 19h10, 22h

Endereço: Avenida Praia da Vitória (Edifício Monumental) 1050-120 Lisboa
Acessos: Autocarros: 1, 21, 31, 36, 38, 41, 44, 45, 46, 49 Metro: Saldanha
Telefone: 213 142 223 (informações e reservas)
Fax: 213 534 532




Durante muito tempo a LX Factory foi conhecida apenas por meia-dúzia de nós (os freaks lisboetas), depois deu-se-lhe no goto dos in e sem que houvesse explicação plausível começaram a surgir aquela gentinha que pensava só ver quando passava por um quiosque... Porém, não se deve perder esta exposição de Jakub Nepraš... até porque, a esta, de certeza que não aparecem por lá os "mete-nojo"!

A exposição é a Sediment II de 29 Maio a 28 Junho... e entretanto aproveita para conhecer o café numa hora em que dê para ler... não digo a hora para haver alguma descoberta!

Internet: http://www.arthobler.com/
Informações Úteis:
lx@arthobler.com

Galeria Arthobler
Endereço: Lx Factory - Edifício G.03
Rua Rodrigues Faria, 1031300-501 Lisboa
Horários: Terça a Sábado: das 12h às 20h
(à excepção de quando há party´s e então informem-se que algumas são bem interessantes).

quarta-feira, maio 27, 2009

Ódio e Efemérides...


João Calvino (Noyon, 10 de Julho de 1509 — Genebra, 27 de Maio de 1564) foi um teólogo cristão francês. Calvino teve uma influência muito grande durante a Reforma Protestante, uma influência que continua até hoje... ALTO E PÁRA O BAILE!

Ora bem, é conta deste Joãozinho que o carecas se tornaram calvos e, pior: que as pessoas pacatas se tornaram protestantes! Sim senhora! Anda uma pessoa a pensar que: Ah e tal coitado o cabelo não dá mais! E que: Ah e tal é um rapazito revoltado à conta da vida... E no fim, temos um culpado! Pena já ter morrido se não, havia de se "fazer a folha"!!!!!! Oh laré!

Nascido na Picardia, ao norte da França, foi baptizado com o nome de Jean Cauvin. A tradução do apelido de família "Cauvin" para o latim Calvinus deu a origem ao nome "Calvin", pelo qual se tornou conhecido... ALTO LÁ E PÁRA O BAILE OUTRA VEZ!!!!!!

Então o tipo já de si era dado a picardias... realmente, isto levanta certas suspeitas a certa gente que um dia conheci! Mas, como se isto não bastasse eu que sempre adorei o "Calvin e o Hobbes", venho a saber que o Calvin tem este tipinho como parente... afastado, bem verdade mas, never the less, partilhante de genética... ECA, ca nojo! Tenho de ter uma conversinha "pé da orelha" com Mister Calvin!

Calvino foi inicialmente um humanista... POIS, deve ter sido mesmo, mesmo SÓ no inicio. Nunca foi ordenado sacerdote... Ca estranho... porque será que isto não me surpreende?????

Depois do seu afastamento da Igreja católica, este intelectual.... ALTO! Para intelectual, este moçoilo tinha muito que provar e assim sendo, não compreendo como é que a Igreja não o quis... sempre dotada de gente tão informada que sabe até que o preservativo faz com que o HIV se propague com mais facilidade... Não percebo, não entendo mesmo!

Mas enfim, o Calvinio, não se deixou abater (não se esqueçam que o tipo era do protestar... devia ser do PCP... hum... Pena o Cunhal não o ter conhecido... Enfim...

Gradualmente C-Man, começou a ser visto como a voz do movimento protestante, pregando em igrejas e acabando por ser reconhecido por muitos como "padre"... normalmente essas pessoas, vieram a saber que ele só pregava mesmo o ditado "Faz o que eu digo, não faças o que eu faço se não: Protesta" tá claro!

À conta disso, tadito, foi vítima das perseguições aos protestantes na França, fugiu para Genebra em 1536, onde faleceu em 1564... que raio mas porque raio é que esta gente que tem sempre CONVICÇÕES MUITO SÉRIAS acaba sempre, por, mais cedo ou mais tarde, fugir, em vez de enfrentar as coisas??????

Continuo sem perceber nada! Como sempre!!!!

terça-feira, maio 26, 2009

Ódio e Arquitectura...


Hoje fiquei algo dividida sobre o que falar neste âmbito: se sobre o prémio BES Foto, se sobre o Instituto Holandês de Som e Imagem em Hilversum...

Se na primeira a minha prima não só já concorreu como já ganhou o prémio duas vezes, a outra é deveras inovadora e, dado que ultimamente tenho "sido muito isenta" talvez seja melhor falar sobre o segundo... hum...

Primeiro e antes do mais, em sintonia com os livros (visão) o som será o outro dos meus sentidos que mais gosto de estimular... os outros sentidos vão sendo estimulados a seu devido tempo e, com o tempo certo... lá iremos, noutro dia!

O Instituto, que contêm toda a história da televisão holandesa, em painéis de vidro coloridos e sustentáveis, tenta também atingir a qualidade de transmissão de luz das janelas das catedrais, não meramente a aplicação de uma tecnologia de vidro transparente e espelhado, mas antes uma superfície táctil iluminada... diz quem lá esteve que é digno de se ver, ouvir e deleitar... talvez chegue a muitos mais sentidos do que os primeiramente descritos no paragrafo anterior.

A fachada demorou três anos a construir, a partir do desenvolvimento de uma linha de produção inteiramente nova, com a colaboração de Jaap Drupsteen e em colaboração com a equipa de investigação da TNO Eindhoven e com o fabricante de vidro Saint Gobain. O resultado são 748 imagens coloridas de alto-relevo que foram aplicadas em mais de 2100 painéis de vidro... demorou mas, por aquilo que já vi, valeu a pena e... mais vale demorar muito tempo e fazer as coisas bem do que... ... ... enfim, sabem a que me refiro!

Drupsteen transferiu as "frames" manipuladas do vídeo para os painéis, uma operação completamente digital que lhe permitiu, em teoria, transferir um número ilimitado de diferentes imagens sem custo adicional. Mais complicado foi o processo de criar relevo, que parte do mesmo princípio utilizado no vidro "slumping" mas, como Holanda não é Portugal (ainda bem para os holandeses), as coisas foram difíceis mas, chegaram a "bom porto" pois conseguiu-se um tipo de vidro resistente aos raios, UV e de longa durabilidade... Quiça, não venha a ser útil para nos proteger também da crise...

segunda-feira, maio 25, 2009

Ódio Musical passado... A Toi - Joe Dassin

A toi

A la facon que tu as d'etre belle
A la facon que tu as d'etre à moi
A tes mots tendres un peu artificiels
Quelquefois

A toi
A la petite fille que tu étais
A celle que tu es encore souvent
A ton passé, à tes regrets
A tes anciens princes charmants
A la vie, à l'amour
A nos nuits, à nos jours
A l'éternel retour de la chance
A l'enfant qui viendra
Qui nous ressemblera
Qui sera à la fois toi et moi

A moi
A la folie dont tu es la raison
A mes colères sans savoir pourquoi
A mes silences et à mes trahisons
Quelquefois
A moi
Au temps que j'ai passé à te chercher
Aux qualités dont tu te moques bien
Aux défauts que je t'ai caché
A mes idées de baladin

A la vie a l'amour
A nos nuits, a nos jours
A l'eternel retours de la chance
A l'enfant qui viendrat
qui nous ressemblera
qui sera a la fois toi et moi

A nous
aux souvenirs que nous allons nous faire
A l'avenir et au present surtout
A la sante de cette vielle terre
qui s'en fout

A nous
A nos espoirs et a nos illusions
A notre prochain premier rendez-vous
A la sante de ces milliers d'amoureux
Qui sont comme nous

A la vie a l'amour
A nos nuits, a nos jours
A l'eternel retours de la chance
A l'enfant qui viendrat
qui nous ressemblera
qui sera a la fois toi et moi

Joe Dassin

sexta-feira, maio 22, 2009

Ódio Diabólico e em Dicionário...


Invenção:

Era uma vez... e depois a partir daqui desenrola-se sempre uma "desgraceira" qualquer.

Ou era para aparecer o príncipe mas, como está no Mónaco tem mais que fazer...

Ou dá um beijo mas, a rapariga ao acordar vê que tem mau-hálito...

Ou os pássaros comem as migalhas...

Ou o lobo dava uma bela refeição mas, não se pode matar porque está em extinção...

Ou o gato devia ter botas mas, às tantas como tem dois calos nos pés, está descalço e não se aguenta o "cholé"...

Ou a casinha de chocolate tinha passado do prazo e a ASAE fechou a casa...

Puffffffffff... a maldita da loucura!!!!!
Quem inventa para o Inferno agenda!
Ou tem agenda!
Ou está na agenda!
Ou afinal é o "filofax"...
...ou lá o que é!

Quero lá saber "deslarguem-me da mão e prontos"!

quinta-feira, maio 21, 2009

Ódio e Sugestões...


Como sou moçoila extremamente isenta a primeira sugestão deste fim-de-semana tem a ver com a Feira do livro, para qual me convidaram... De 23/05 a 07/06 inclusive, das 12:00 às 20:00.

Vou andar nas vendas (que agora parece ser a profissão para qual nasci) e depois, como também, parece que Versatilidade é o meu "middle name" num dos fins-de-semana em que ocorre a Feira vou fazer uma esclarecimento acerca de "bullying"...

O único problema é que de há coisa de uns anos para cá sou contra "à tourada". Não desgosto dos forcados e naquela "boinita de pompom" que eles usam mas... o resto falar sobre aquilo, eh pá faz-me confusão... Talvez consiga entretanto safar-me desta se e apenas se, algum de vós conhecer algum grupo de forcados que possa por lá passar e explicar "as pegas que por vezes se fazem aqui, ali... e tal".



Mas, para além disso e como sou MESMO isenta, o outro conselho que dou tem a ver com o
Núcleo do Budismo - Exposição Deuses da Ásia.


24 Maio: 11h30.

Visita ao núcleo de Budismo, da China e Japão, na exposição Deuses da Ásia
Duração: 60 minutos
Público-alvo: Adultos, budistas, eu... me, myself, I e o restante povo!

Preço: 5€/participante

Museu do Oriente
Endereço: Avenida de Brasília, Doca de Alcântara (Norte) 1350-362 Lisboa

Horários: Quarta a Segunda: 10h–18h Sexta: 10h-22h
Encerrado: Ter, 25 Dezembro e 1 Janeiro.
Telefone: 213 585 24
Fax: 213 534 746

Acessos: Autocarros: 706, 12, 713, 714, 20, 727, 28, 738, 742, 49, 751, 56, 60.
Eléctricos: 15, 18... ah e esqueço-me sempre... para quem tem: CARRO! Mas cuidado, que ali ao lado está o Núcleo de investigação da PSP e a própria da Esquadra e às vezes os tipos são chatos "como potassa"!

quarta-feira, maio 20, 2009

Ódio e Efemérides...


Quando era muito jovem (parece-me à coisa de uma eternidade e só passaram uns anos) obrigaram-me a ler umas "coisititas fáceis" (assim o dizia o meu professor) deste homem... os tempos passaram e foram generosos para mim... e daí como em tudo na vida, talvez não!

Paul Ricoeur (Valence, 27 de Fevereiro 1913 - Chatenay Malabry, perto de Paris, 20 de Maio de 2005) foi um dos grandes filósofos e pensadores franceses do período que se seguiu à Segunda Guerra Mundial... e, de de certa forma, não me marcou! Pelo menos não na altura em que fui "obrigada" a ler algumas das suas obras... só mais tarde... muito mias tarde!

Foi no pós-guerra académico na Universidade da Sorbonne... e como sei o que é o termo "pós Sorbonne"... Que fez uma importante obra de filosofia política. Ricoeur participou em debates sobre a linguística, a psicanálise, o estruturalismo e a hermenêutica, com um interesse particular pelos textos sagrados do cristianismo.

Cristão e antitotalitarista, notabilizou-se pela oposição contra a Guerra da Argélia (1954-1962) e à da Bósnia, em 1992. Entre as suas obras contam-se Histoire et Verité (1955), Soi-même comme un autre (1990), La Memoire, l'histoire, l'oubli (2000) e L'Hermenéutique biblique (2001).

Morreu sexta-feira, dia 20 de Maio de 2005... não foi numa quarta mas, mais valia ter sido!

terça-feira, maio 19, 2009

Ódio e Arquitectura...


A arquitectura da mente humana...

A génese da construção dos sentimentos humanos...

O design do comportamento humano...

A estética das acções humanas...

Por fim, algo sério, em termos de "construção" para pensarmos!

segunda-feira, maio 18, 2009

Ódio Musical passado... Erase and Rewind - The Cardigans

Destino

À ternura pouca
me vou acostumando
enquanto me adio
servente de danos e enganos

Vou perdendo morada
na súbita lentidão
de um destino
que me vai sendo escasso

Conheço a minha morte
seu lugar esquivo
seu acontecer disperso

Agora
que mais
me poderei vencer?

Mia Couto

sexta-feira, maio 15, 2009

Ódio Diabólico e em Dicionário...


Inbeja:

Pessoa que está, vive ou permanece na bela cidade de Beja.

Etimologicamente: palavra vinda do norte pelos invasores "morcões" e Viriato.

Em termos ortográficos: junção entre o In (dentro ou na moda) e da palavra, Beja.

quinta-feira, maio 14, 2009

Ódio e Sugestões...


Há quem queira: o fácil, o divertido e o bom! E então vai ao Varekai. É uma boa aposta! Não a minha porque estive no Cirque em 2007 e 2008 e gosto pouco, nos dias que correm, de me repetir mas, never the less, uma optima aposta!

Cirque du Soleil.

De 15 de Maio a 7 Junho
De Terça a Sexta: às 21h30
Sábado: às 17h30 e às 21h30
Domingo: às 16h30 e às 20h30.

Endereço: Parque das Nações (a norte da Torre Vasco da Gama).
Acessos: Metro: Oriente.



Depois há quem goste de: dificil, complexo e... bom! E então aí fica-se sossegado à espera de Antony e a ler-se enquanto não se vai ao concerto a "A Vida de Maria" de Rainer Maria Rilke (Poesia da Editora: Portugália 2009).

Poeta austríaco (1875/1926), autor das Elegias de Duíno, Rainer Maria Rilke expressava um conceito da arte como vocação quase religiosa. Definia o seu processo de escrita como uma “reversão” através da qual os poemas lhe eram ditados por uma suposta “consciência universal”. Os seus temas são o amor, a morte, os terrores da infância, a angústia existencial e a questão de “Deus”, que via mais como uma “tendência do coração” do que como um ser supremo identificável.

Publicado em 1913, Vida de Maria constitui um ciclo completo sobre a figura da Virgem Maria. A sequência dos poemas orienta-se pelas representações plásticas da vida da Virgem que seguem uma cronologia que acompanha os seus momentos mais significativos, nomeadamente em dois manuais da arte do leste europeu: o Manual de Pintura do monge pintor Dionísio do Monte Athos (surgido entre 1728 e 1733) e o Paterikon do Mosteiro da Caverna de Kiev, sobre a pintura de ícones.

A Bíblia e a Legenda Aurea de Jacobus de Voragine (1230/1298) constituem as fontes principais do texto. Tal como nas Elegias de Duíno, Rilke opera uma síntese poética do seu diálogo com formas de arte tanto ocidentais, como orientais.

Ainda que não goste de dizer o que ande a ler e tornar este blog muito pessoal... não falhem a compra deste livro... pode valer a pena...

quarta-feira, maio 13, 2009

Ódio e Efemérides...

Chet Baker (Chesney Henry Baker Jr.) (Oklahoma, 23 de Dezembro de 1929 – Amesterdão 13 de Maio, 1988) conhecido trompetista de jazz, Chet rapidamente se tornaria num mestre.
Em 1952 entrou para a banda de Gerry Mulligan, alcançando grande notoriedade com a primeira versão de "My Funny Valentine" (que tem de alguma forma a ver com as nossas últimas incurssões musicais e poéticas que por aqui temos feito). Entretanto, em razão dos problemas de Gerry com as drogas, o quarteto não teve uma vida muito longa, sustentando-se por menos de um ano.

O talento de Chet, ainda assim, logo o transformaria num ídolo. Apresentou-se por toda América e Europa. Especialistas dividem a vasta obra do músico em duas fases: a cool, do início da sua carreira, mais ligada ao virtuosismo jazzístico e a segunda parte, a partir de 1957, quando a sensibilidade na interpretação torna-se ainda mais evidente.

Fiquemos para já na cool... que por estas... bandas é que o que se está: muito cool!

terça-feira, maio 12, 2009

Ódio e Arquitectura...


Há quem tenha "pés de barro" e que portanto na opinião do povo, aparente a ser santo mas, a verdade é que não o é... na opinião de Tetê Knecht, há quem tenha pés de palha... e portanto, se o povo, opinasse neste caso, o santo queimar-se-ia em breve...

Contudo, não será por este tipo de dissertações que Tetê nos quererá levar... No seu trabalho como designer, desenvolveu uma exposição, designada "Em busca da identidade global", coisa fácil portanto.

Criadores, produtores e distribuidores encontram-se em diferentes pontos do globo e estabeleceram entre si uma rede de trabalho que tira partido do know-how especifico de cada lugar. Na própria definição desta cultura material global, o que é característico de cada cultura local acaba por ser valorizado pela sua autenticidade e particularidade.

Por outro lado, reciclam-se materiais correntes em objectos que escapam à lógica industrial e articulam-se linguagens anteriormente consideradas inconciliáveis, como o artesanato, as novas tecnologias e os novos materiais sintéticos... De novo: coisa fácil de alcançar!

Enquanto assistimos à difusão mundial de produtos e imagens que enformam a cultura material mundial e respondem também aos imperativos do mercado, projectos de pontos tão distintos como Austrália, Brasil, Dinamarca ou Turquia ganham notoriedade... Falta Portugal mas, nós somos... pacientes! Até ver...

Independentemente disso, neste novo cenário global, destaca-se o trabalho de Tetê Knecht que demonstra uma forte consciência ecológica e ambiental, traduzida no uso criterioso ou na redução do uso das matérias-primas não renováveis, na reutilização de desperdícios, mas também na procura de produtos criados com materiais simples e inusitados.

segunda-feira, maio 11, 2009

Ódio Musical passado... You are my sister - Antony and the Johnsons

O Teu Olhar nos Meus Olhos

Sempre onde tu estás
Naquilo que faço
Viras-te agarras os braços

Toco-te onde te viras
O teu olhar nos meus olhos

Viro-me para tocar nos teus braços
Agarras o meu tocar em ti

Toco-te para te ter de ti
A única forma do teu olhar
Viro o teu rosto para mim

Sempre onde tu estás
Toco-te para te amar olho para os teus olhos.

Harold Pinter

sexta-feira, maio 08, 2009

Ódio Diabólico e em Dicionário...


Paciência:

Virtude dos alcançam uma visão sem miopia. Desgraça dos tolos.
E aqui na ZONa... falta de contratos!

quinta-feira, maio 07, 2009

Ódio e Sugestões...



Hoje, apenas uma e sem mais porque há uns meses já tinha avisado para pouparem dinheiro (agora n´a pas de bilhetes no more...):

Antony and The Johnsons
14 Mai: 21h30

O Coliseu dos Recreios recebe, a banda de um artista extraordinário, Antony Hegarty, ao palco sobem Antony & The Johnsons. Quando Antony Hegarty se mudou para Nova Iorque, em 1990, um novo mundo surgiu perante o jovem que cresceu na Califórnia e que se sentia, até então, um outsider. A cidade “que nunca dorme” aceitava bem a sensibilidade e ambiguidade sexual de Hegarty e dava-lhe espaço para desenvolver o seu trabalho e criatividade.

Em 1998 o artista forma os Antony and The Johnsons, e em 2000 é editado o primeiro álbum. A crítica e o público aplaudem o trabalho da banda. Sete anos mais tarde chega um novo disco, I am a Bird Now, que valeu ao grupo o Mercury Music Prize (prestigiado prémio de música para melhor álbum do Reino Unido). O concerto do Coliseu serve de apresentação ao último trabalho do grupo, lançado este ano, The Crying Light. Um disco obscuro, que fala de uma esperança desesperada por um mundo melhor, onde vida, morte e transcendência ganham corpo nos poemas, na música e, sobretudo, na voz de Hegarty.

Informações Úteis: Preço dos bilhetes: 20€ a 50€

Auditórios
Coliseu dos Recreios
Endereço: Rua das Portas de Sto. Antão, 94/98 1150-269 Lisboa
Telefone: 213 240 585
Fax: 213 420 434


Acessos: Autocarros: 1, 2, 9, 11, 21 Metro: Rossio (Linha Verde)

quarta-feira, maio 06, 2009

Ódio e Efemérides...


Henry David Thoreau (Concord, 12 de Julho de 1817 — Concord, 6 de ,Maio de 1862) foi um escritor, poeta, naturalista e filósofo... Born in the USA... I was: Born... Desculpem deu-me uma de Bruce, e não foi o verdinho (Hulk) foi mesmo o Spring... Ai a Primavera... Enfim... Adelante...

O Henry mantinha-se eternamente insatisfeito com a vida na sociedade e com o modo como as pessoas viviam. Há relatos de que visitou aldeias indígenas só com a roupa que tinha no corpo, ao contrário de seus contemporâneos, que o faziam com armas em punho... Esqueceu-se ele, de uma "arma" antiga: a dialéctica!!!!!

Em 1845, com 38 anos, Thoreau foi morar para a floresta, literalmente, num terreno que pertencia a Emerson. Nas margens do lago Walden construiu a sua casa e um porão para armazenar comida. Apesar de ser inexperiente como agricultor, tentou a auto suficiência e, a longo prazo, teve algum sucesso, plantando batatas e produzindo o seu próprio pão.

Baseado no relato e no seu pensamento filosófico empreendido nos dois anos em que morou na floresta, Thoreau escreveu “Walden - A vida nos bosques”, uma bíblia ecológica que se tornou o seu livro mais famoso. Além de descrever a sua vivência na floresta, "Walden" filosofa a respeito, e condena, a sociedade capitalista da época; reflecte sobre um modo de vida simples e propõe novos olhares sobre o conceito de liberdade.

Thoreau escreveu o famoso “Ensaio sobre a Desobediência Civil" . Leon Tolstói, um dos mais famosos escritores do mundo venerava este ensaio e recomendou-o, por carta, a um jovem indiano... um tal de Mahatma Gandhi.

Thoreau, que havia saído das florestas a pedido do proprietário do local, passou o resto de sua vida voltando em grandes passeios, às florestas e aos campos e também escrevendo. Acaba por morrer de tuberculose... poderia ter sido tratada... mas não seria o caso de Henry, que acima de tudo era uma grande teimoso.

A casa que construiu no lago Walden é um museu em cuja entrada há uma estátua sua. A floresta em volta do lago tornou-se, entretanto, área de preservação ambiental. É considerado um dos grandes escritores norte-americanos... Um dos poucos...

Porque, no fundo, todos nós, os "tipinhos" do velho continente sabemos que as grandes "carolas" do "novo mundo" das duas uma: ou fugiram de guerras ou foram, literalmente, raptadas!

Sem mais, porque ainda há pouco regressei de férias e não quero arreliar-vos... acabo por aqui hoje mas, aconselho-vos a procurarem mais... acima de tudo a lerem mais sobre este... rapaz!

terça-feira, maio 05, 2009

Ódio e Arquitectura...



Nunca gostei de futebol, nunca lhe percebi o interesse e, apesar de ter clube (acho que deve ser coisa genética) a verdade é que não sei em que posição se encontra dentro do campeonato, quais são os jogadores que por lá ganham dinheiro e se o Ronaldo não estivesse no estrangeiro e me "vendessem" a ideia de que tinha sido comprado pelo "meu" clube, acreditaria que nem uma tontinha, porém, a ampliação de Estádio de Futebol «Ring» em Maribor, Eslóvenia, já nos leva a ver a coisa pr outro prisma... dos que conheço... só haverá um que (em situação) diferente poderá competir com este: o "Pedreira" lá do norte que, se não estou em erro foi construído para o Euro 200 e something!

A cargo da OFIS arhitekti & Multiplan arhitekti ficou o programa que passava por converter o campo num estádio de futebol e aumentar o edifício já existente com bancadas cobertas (12.500 espectadores, sala VIP e sala de imprensa). Tinham também a tarefa de o equipar (agora esta saui-me bem...) com novas valências públicas, compreendendo 4 grandes ginásios, clube de fitness com piscinas, lojas e restaurantes. Era uma espécie de Colombo com o estádio de Alvalade por cima... Era capaz de ser um bom miradouro para a cdade mas...

Além disso, propunha-se um anel de bancadas que se entrelaçava por cima da base circunscrita com os programas públicos.O ponto mais alto e o mais baixo das bancadas define-se pela qualidade da panorâmica do espectador.

Nos cantos do campo, onde as vistas estão mais restritas, as entradas das bancadas estão deslocadas. O anel aqui é rebaixado para o nível da entrada. Depois eleva-se, levemente, até alcançar os pontos mais altos no meio do campo. O corredor do anel tem uma pele dupla e providencia quartos VIP, espaço para a imprensa e bar... Bar???? Pois é, os nossos para ter um e ver o jogo ao mesmo tempo, só mesmo os clubes mas... os da Última Liga... mas aí tudo vale, até assar leitão...

Por falar nisso... deu-me uma fome...

segunda-feira, maio 04, 2009

Ódio Musical passado... Crush (Romeo+Juliet) - Garbage

QUERO-TE COMO O MAR REVOLTO

Quero-te como o mar revolto
Para nele saciar o corpo
Para nele saciar este desejo imenso.

O mar, eu sei, é pequeno
Para tamanha paixão
Para tanto sofrimento
Quando estás longe de mim.

O mar é só uma parte
Deste sublime amor
Em que nos envolvemos.

Cunha Simões