terça-feira, março 03, 2009

Ódio e Arquitectura...



Nunca gostei de quartos de hotel e, como tal, também não gosto de hoteis. Parecem-me sempre impessoais, desprovidos de um toque mais humano e acima de tudo, dá-me sempre a sensação de que são bons quando apenas queremos fugir de algo ou, pior, queremos esconder-nos de alguém...


Já uma casa desde o nosso cheiro, ao do visitante mais rápido mantém-se sempre, mesmo, quando não há outra hipotese senão estar-se só. Porém, o só em casa na nossa, ou na de outra pessoa surge-me sempre como uma revelação: na nossa casa de quem somos e de quem por lá passou. Na casa do outro: de quem é e de quem pode por lá passar.


A casa mesmo desprovida de qualquer elemento mais excêntrico de decoração faz sempre com que nos recolhamos a um estado de silêncio, a uma quietude que não dá lugar a qualquer palavra e som, a um momento de pausa, evasão e introspecção.


No entanto, a CJ Hotelaria, inserida no Grupo CJ é uma excepção(zinha), porque aposta na apresentação das mais vastas soluções no campo da decoração e do mobiliário, quase que trona o hotel pessoal. A empresa, que produz mobiliário maciço, mobiliário em placa e estofos, tem um gabinete de decoração de interiores o que lhe permite uma economia de escala e a garantia de maior qualidade. Uma produção tecnologicamente avançada, com recursos humanos de elevada qualificação, além de uma optimização de custos controlados, enquadra a CJ Hotelaria como parceiro ideal no ramo hoteleiro. Na área design, a empresa conta com a parceria do gabinete de design XIS 77, apresentando, assim, projectos diferenciadores, antes de desenvolver todo o seu programa de produção/implantação da obra.

Talvez seja este a convencer-me que devo viver num quarto de hotel que nem Beatriz... Costa!

23 comentários:

kris disse...

weeellllllll...um hotel é um hotel...adorei chegar a casa, ver os meus felinos a saudar-me, estavam a morrrrrreeeerrr de saudades minhas, e eu deles!!!

pode haver hoteis que nos façam parecer que estamos num ambiente familiar..mas não há nada como a nossa casinha!o nosso palácio

beijo**

Me Hate disse...

É verdade... quanto aos hotéis mas são raros os quais já entrei e senti isso mas, talvez a companhia ou a ltura é que tenha sido má... DONNU! (emcolher de ombros e esfregar de queixo!)

Quanto à casa sim... também! Por vezes acho é que precisamos apenas de passar por certos sobressaltos para o sabermos... daí a ser um palácio... mesmo no sentido figurativo do termo... Meu deus... hope not!!!! ;)

Rute disse...

Olá, a todos.
O vosso bog é cool.

N há nada como o nosso doce lar, os hóteis até podem ser esplêndidos e confortáveis, mas eu ADORO a minha casinha.A casa do amor.

Bjs

R

Rute disse...

N há nada como chegar a casa com o nosso + q tudo, por isso é q eu chamo a casa do amor.

Bj

R

Me Hate disse...

Oh Rute, primeiro, obrigada pela visita e aqui eu, o "nós", agradece o comentário... ainda bem que há de facto quem ainda veja a casa como coisa sua e não emprestada para o dia, dias, em que precisamos...

Quanto aos hóteis... enfim, não valerá a pena repetir-me...

Rute disse...

Olá, isso é verdade, se n fôr assim, as pessoas n vivem felizes e têm q caminhar em frente.
Para a frente é q é o caminho.

Rute disse...

Me hate, diz lá se n é bom chegar a casa e ter alguém à nossa espera. É mto bom. Amar é tão bom.

Rute disse...

Em casa pelo menos sabes quem lá está e quem entra, agora num hotel é mto dificil, já passaram por lá milhares de pessoas e a Me Hate nem conhece.

Bjs

Rute

Rute disse...

Apercebi-me que tens um atelier com alguém, pintas quadros ou restauras alguma coisa.
Bjs
Rute

Me Hate disse...

Rute isto contigo é mesmo a duzia hem???? Kidding!!!!

A ver se resumo, caminhar so mesmo para a frente que olhar para tras so tras mesmo dores de cabeca. Porem, amar e de facto muito bom... pena quando nao acertamos na pessoa!

Quanto aos hoteis agora que penso na quantiade de gente que se deita na mesma cama, no mesmo colchao... cheira-me a prostituicao... rima e talvez nao seja por mero acaso...

Quanto a a atelier nao tenho mas gostava e talvez assim o meu quarto dos fundos nao estivesse tao "cagado"... restauro so mesmo (gracas a boa vontade) de um senhor que esse sim tem atelier de restauro... o simples facto de limpar uma moldura relaxa! Mas... isso ja sao outros mil...

Rute disse...

já tiveste algum amor q amasses de verdade, pq n lutas por ele, ou n podes, desculpa estar a meter-me na tua vida.

Me Hate disse...

Lutou-se... tanto! E... para nada!

Rute disse...

pq n tentas ainda vais a tempo ou ele é casado, ou tem outra pessoa, se tiver já é mais complicado

Me Hate disse...

Agora sim! Ja sao perguntas a mais!!!!

Rute disse...

desculpa. Já percebi.

Me Hate disse...

De nada! Confiança sim mas respeito ainda mais... ;)

kris disse...

e tudo num "quarto de hotel"

Me Hate disse...

Nã... e tudo por causa de um quarto de hotel que ainda é mais grave!!!!!!! ;)

kris disse...

me hate

já viste o que um simples quarto de hotel provoca??lolol

Me Hate disse...

Kris, acho que é mais o caso de: aquilo que provoca, o pensamento de algumas pessoas quando se encontram num quarto... de hotel, de casa... e por vezes nem tem de ser em quarto... pode ser só um terço... católico ou não... ;D

Pronto, exagerei nas metáforas e nos trocadilhos e agora ninguém vai entender... :))))))

pensamentosametro disse...

Eu adoro a minha casa! É verdade.
Mas como também detesto monotonia adoro fugir de vez em quando e ficar num hotel. dou sempre preferência a um hotel"bonzito", mas o que valorizo mais é a sensação de clandestinidade, diverte-me.



Bjos




Tita

Me Hate disse...

Pois... desde que essa clandestinidade não seja... hum... recôndito ou com outras intenções escusas... por mim... You know what i mean!!!!!!

somebody disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,