quarta-feira, agosto 01, 2007

Ódio e Efemérides...



Por sinal, a pedido de muitas famílias que tanto gostam de mortes e de ter pena de quem morre, fica aqui a efeméride de hoje... que até aconteceu há relativamente pouco tempo...
Bob Thaves, morreu num dia como o de hoje exactamente há 1 ano.
Para quem como eu, gosta de cartoons, mangas ou comics, esta eventualmente foi uma perda nesse âmbito (e para os familiares também... julgo...).
Adiante. Bob começou a desenvolver o seu gosto pelo cartoon desde criança, de tal forma, que em vez de estudar as (bem chatas) matérias do ciclo, muitas vezes estuda sim, mas os cartoons de outros autores. Entre o que copiava e o que acrescentava, criou um estilo próprio.
Os pais que, certamente não queriam que o pobre Bob passasse fome, a dada altura ter-lhe-ão dito: "Filho, desenhas bem mas, isso não te põe comida na boca!". Certamente também ele, preocupado com o tal dito "comeri", optou por tirar uma licenciatura em Psicologia... Erro crasso! Começou então, a fazer psicologia organizacional numa empresa mais tarde mas, desde cedo o "bichinho" do desenho o impeliu para manter a arte e a criatividade no seu dia-a-dia.
Os cartoons "Frank and Ernest" foram os primeiros a surgir no inicio dos anos 60. E tiveram um sucesso tal que acaba por abandonar psicologia (como eu o compreendo) e inclusive o seu filho Tom, começa a colaborar com ele em 1997, fazendo disso também, profissão única.
Bob verifica entretanto que o filho herdou o seu jeito mas mais, conseguiu ultrapassa-lo em alguns níveis e decide, passar-lhe o testemunho pouco antes de morrer com 81 anos.
Tom mantém ainda hoje, vivo o espírito do pai mas, mais importante, deu "às tiras" de "Frank and Ernest" algo que o seu pai nunca deu: um sentido único de humor que vai para lá, do banalmente cómico!
O Ódio é de prata e o silêncio é de ouro.

9 comentários:

Carpe Diem disse...

Curioso... eu tb adoro Manga, BD e afins mas, infelizmente, não conheço a pessoa em causa e fiquei curioso após ler o texto.

Gosto de coisas estranhas como Jorodowsky, Bilal, Frank Miller, Garth Ennis e o suprasumo senhor dos sonhos Neil Gaiman nessa obra prima de nome Sandman.

Beijos enormes pra ti
Nuno.

Me Hate disse...

E então gostaste????? Para o tipo de autores que falas não deve ser dos melhores (também não o é para mim) mas...

Quanto a Bilal... ohlálá... é um dos meus favoritos, adoro o Sandman porém, quem não gosta?... Dos outros gosto mas...

Um imenso beijo.

Carpe Diem disse...

Mas eu gosto de mt mais q esses q disse... apenas referi alguns, se fosse dizer todos n saia daqui :)

Gosto de varios tipos de BD e por isso n quer dizer q este n seja o meu genero, apenas n conhecia.

Beijos e tou a ver q temos varias coisas em comum :)

PS: Ja estive pessoalmente com o Neil Gaiman e foi uma experiencia de vida :)

PCS disse...

Bem! Eu ia deixar um comentário...mas...

Me Hate disse...

Pcs... Pedro, pois devias! Os teus comentários são sempre um ganho nunca uma perda como tal, o silêncio é que pode ser prejudicial!!!!!

Me Hate disse...

Carpe Diem, acredito perfeitamente que deva ter sido interessantissimo estar com o Neil nem seja para falarem acerca da tal personificação antropomórfica do Sonho que também é conhecido como Morpheus, que no fundo se funde com Sandman.

Mais certamente do que alguns escritores que já conheci...

O Sandaman é um dos meus favoritos devido à referência que faz à mitologia grega e aos seus (de Sandman) irmãos, Morte, Destino, Delírio, Desejo, Desespero e Destruição mas, estranhamente nunca comprei nenhum livro... leio muitas vezes na Fnac quando por lá deambulo mas...

É verdade temos algumas coisas em comum mas sabes Nuno... quando as pessoas não se conhecem é facil haverem muitas coisas em comum, dificil, creio eu, é depois... Quando se conhecem e começam a dizer disparates do género: "Amo-te mas não sei se quero ter uma relação contigo" ou "Quero-te mas não sei se te quero a toda a hora!"... Os disparates que por aqui no trabalho tenho escutado das lamentações dos meus utentes são mais que muitas e acabam por inevitavelmente, ressoar, nas nossas cabeças...

Enfim... Um forte abraço!

Ana

PCS disse...

my hate... Catarina.
Se soubesses o quanto o silêncio me prejudica!
Aqui fica o comentário para quebrar o silêncio dos inocentes:
A BD é o que nos aproxima da “acriançada” que há em nós.
Ai, que saudades do Vasco Granja e dos seus desenhos animados de leste! Aposto que ele nunca “bebeu” um sumo de manga;)

Me Hate disse...

My hate... me, myself and I.

O silâncio só prejudica (no caso que julgo compreender) se ficar algo por dizer... Meu exemplo: já disse tudo, já implorei tudo, já ri, já chorei... Agora Liberta-se a pessoa ou as pessoas para podermos dar-lhes paz, para poderem encontrar-se internamente e depois... o destino ditará mas, estou pacificada: DISSE TUDO! Vê lá bem, até disse Amo-te que é tão demodé! ;)

Lamento mas, antes de nós sabermos o que era sumo de manga já o Vasco via Manga, via era mais além... a época também era outra...

Enfim!

somebody disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,