segunda-feira, abril 16, 2007

Ódio musical passado... Maxim (feat. Skin) - Carmen Queasy

O CRESCIMENTO DO AMOR, OU A PRIMAVERA

Mal acredito que o meu amor seja tão puro
Como pensava que era,
Porque tem que suportar
Vicissitudes, e estações, como a erva.
Penso que menti todo o inverno, quando jurava
Meu amor infinito, se a Primavera o aumentou.


Mas, se o amor, este remédio, que toda a mágoa cura
Com mais, não for qualquer quintessência, é mistura
De todas as matérias afligindo a alma, ou os sentidos,
E ao Sol rouba o seu vigor operativo.

O Amor não é tão puro e abstracto, como costumam
Dizer os que por amantes têm a sua Musa,
Mas como tudo o resto, sendo também elemental,
Por vezes será contemplativo, outras agirá.


Mas nem por isso maior, apenas mais eminente
Se tornou, com a Primavera,
Como, no firmamento,
Com o Sol, as estrelas, se mostram mas não aumentam.
Como botões num ramo, ternos gestos amorosos,
Da despertada raiz do amor florescem agora.


Se, no agitar da água mais círculos procedem
de um, também assim o amor se acrescentará.
Esses, iguais às tantas esferas, apenas um céu formam,
Porque todos são concêntricos em ti:
Cada Primavera acrescentará novo calor ao amor, e
Como os príncipes em tempo de guerra, que lançam
Novos impostos sem depois os revogar na paz,
Nenhum Inverno diminuirá o acrescento da Primavera.

J. Donne

18 comentários:

Thunderlady disse...

Esta mulher é muita poesia... muita poesia... é o que faz a primavera!

Me Hate disse...

A poesia... o estado de graça que se sente aquando da alma em paz e algo realizada... Agora a composição poética, essa é que não para todos(as)... ;)

Anónimo disse...

a poesia nem sempre cresce de uma alma em paz e realizada por vezes é mais arrebatadora qd cresce de uma alma ñ amada, n correspndida etc... beijoc.a

Me Hate disse...

A poesia aliás, brota no seu expoente máximo das almas desassossegadas... Contudo, o comentário da Thunder referia-se (creio, sem correr o risco de convencimento) à minha pessoa e como tal, a minha referência foi ao meu estado de espirito... Vou tentar de futuro dessacociar-me do ego...

Entretanto, o dia que até começou com alguma paz... já não o está a ter...

Anónimo disse...

entao moçoila????? besos c.a

Thunderlady disse...

Sim, Me Hate, foi mesmo um comentário ao teu estado de graça, pareces flutuar... lol

Anónimo disse...

erro meu na interpretaçao. sorry!!! que bom, paz p ti me hate

Me Hate disse...

Comentários á parte... camo sente como... sente e está preparado para o fazer...

quandoasformigasatacamopicnicestacomprometido disse...

Mas temos de reconhecer: nos dias que correm, é melhor o poema que sentimos emanar das almas em paz e cheias de vontade que o futuro venha depressa, entrando-nos, feliz, pela casa adentro.

Os poemas resultantes da inquietude e do desassossego, que nos mostram a escuridão e os abismos mais negros das nossas almas, são sem dúvida belos, mais mais adequados a um estado de espírito invernal.

Este ano, amo a Primavera.

Me Hate disse...

Não se percebe o que escrevi em cima mas a intenção era escrever: cada um sente como sente e está preparado para o fazer...

Me Hate disse...

Formigas: bem regressada!
E sim, os poemas que nos libertam e nos dão estado de graça ao ponto de flutuarmos (parafraseando a simpática Thunder) são de facto, os que - neste momento - maior espaço ocupam a minha alma...Para mim, também anseio a Primavera e sinto-a em todos os poros do corpo... Que venha então, depressa!

Thunderlady disse...

Parafraseia-me!! Sim!! ;)

Me Hate disse...

Oh yeah baby!!!! ;)

Anónimo disse...

TRES VIVAS A PRIMAVERA!!! viva aos dias quentes!!! viva á boehmia bem fresca ao fim do dia!!! viva aos poetas para nos deslumbrarem com as suas descriçoes tao proprias e cheias de alma!!! viva ao sol que me tira deste estado de torpor!!! kisses c.a

Anónimo disse...

bem.. agora vendo o meu texto acima mais parece um sketch publicitario à cerveja...lol besos de felicidad c.a

Me Hate disse...

Tás a ver! Tu estás lá! É que parece mesmo um "add-on" à cervejola! Mas, também diga-se de passagem, a Bohemia não é uma cerveja qualquer... Vem da Idade Média... LOL!

Anónimo disse...

He,he,he!!!!!! Tu de facto entendes-me besos con mucha bohemia!!! kisses c.a

Me Hate disse...

Não sei... eu não sou muito de compreender grande coisa... Burrita e tal, sabes como é! Mas de cevada, aí sim, a conversa é outra!!!!!!!